terça-feira, abril 07, 2009

O Motorista Goiano

Para deixar claro desde o início, não sou goiano, sou o que chamam de candango, ou seja, nasci em Brasília, e fui criado no estado do Pará. Pretendo falar hoje sobre o trânsito e seu principal personagem, o Motorista.
Esta semana saiu no Jornal Anhanguera - 1ª Edição, sobre os problemas de trânsito. Dentre algumas coisas apontadas, o foco está na falha de sinalização e no excesso de rotatórias, localmente conhecida como queijinho. Mas, particularmente, eu creio que sinalização não é tão culpada assim, o que realmente me assusta aqui é a grande velocidade e o desrespeito que o Motorista tem com o seu companheiro de trânsito.
Podemos comprovar o fato com uma pesquisa rápida com trânsito Goiânia no Google, como no exemplo que temos no IVOX.
Creio que o principal problema é realmente a fala de respeito com o limite da vida que o Motorista tem, e que com um pouco mais de educação de trânsito nos CFCs e uma lei mais rígida para os motoristas, e uma re-avaliação das leis das seguradoras, aumentando os custos de danos com acidentes para os motorista, dentre outras coisas, amenizariam um pouco o problema. Afinal, como falam por aqui: Goianos têm chifres, e não asas.

Nenhum comentário: